Anúncios
Skip to content

Experiência – Óxido de Ferro

Como estou recebendo muitos pedidos para colocar idéias de experiências fáceis de se fazer na Escola. Vou iniciar com uma experiência para mostrar como se forma a ferrugem.

Material para aula do Ensino Fundamental

Para entendermos o que vai acontecer nesta experiência, temos primeiro que saber como se forma a ferrugem:

A ferrugem é o óxido de ferro. Um óxido é um composto químico binário formado por átomos de oxigênio com outros elementos ( neste caso é o ferro). Quando o ferro entra em contato com o oxigênio, o óxido de ferro ( Fe2O3) se forma por um reação química. 

O ar ou a água que irãi fornecer esse oxigênio ao ferro ( para entender leia aqui: Como funciona a Ferrugem?)

Então, vamos a experiência?
Para fazer essa experiência, você precisa :


  1. Um tubo de ensaio ( sinto muito! Pode parecer complicado mas é fácil de arranjar um).
  2. Meio copo de vinagre.
  3. Um recipiente de vidro – com a boca larga e não muito profundo .
  4. Palha de aço.


Para montar a experiência …

Você tem que colocar água no recipiente de vidro ( mais ou menos pela metade). 

Depois complete o copo com vinagre com água , diluindo o vinagre. Em seguida, coloque a metade de um “bolinho” de palha de aço nesse mesmo copo, movimentando-a dentro do vinagre diluído por cerca de 1 minuto.

Retire a palha , agite-a, para secar um pouco o vinagre. O vinagre aqui vai retirar qualquer impureza da palha de aço.

Rapidamente, introduza essa palha no fundo do tubo de ensaio e vire esse tubo de cabeça para baixo, com cuidado para que a palha não caia, colocando-o no frasco que contém água. Veja o esquema que se segue.


Observe com atenção o nível da água dentro do tubo. Ele irá aumentar enquanto o ar ( neste caso o oxigênio) vai diminuir. Por que isso acontece?

Porque o oxigênio entrará em contato com o ferro e fará as ligações químicas para formar o óxido de ferro. A palha de aço vai enferrujar. 

Anúncios

Ajuda para Maria

Maria é uma leitora de um Blog antigo meu “Feira de Ciências”, que está lá meio parado.

Mas ela me pediu ajuda para montar uma Bateria de niquel-cádmio. Essa pilha se chama Pilha de Daniell ( escrito assim mesmo) e tem um link bem fácil de achar para montar essa bateria. O link é : http://cienciaemcasa.cienciaviva.pt/pilha_daniell.html

Deixo aqui as instruções para montar a pilha . Vai lá no link para ver mais :

Material :

  • Algodão.
  • Tubo de borracha.
  • Dois copos de vidro.
  • Dois fios condutores com crocodilos. ( aquelas mãosinhas para agarrar)
  • Voltímetro.
  • Luvas de latex.
  • Óculos.

Compostos :

  • Água destilada.
  • Placa de cobre.
  • Placa de zinco.
  • Sulfato de cobre.
  • Sulfato de zinco.
  • Cloreto de sódio.

Procedimento:

1. Atenção! Durante a execução desta experiência deves proteger as mãos com umas luvas e os olhos com uns óculos.

2. Começa por preparar uma solução aquosa de cloreto de sódio para a ponte salina.

3. Deita a solução aquosa de água e sal no tubo de borracha e encerra as extremidades com algodão. (o algodão deve ser colocado de maneira a impedir que a solução de NaCl saia. No tubo não deve ser visível qualquer bolha de ar. Caso exista a performance da ponte salina pode ser seriamente prejudicada)

4. Enche 2/3 do volume total dos copos com água destilada.

5. Deita uma colher de sulfato de cobre no primeiro copo e uma colher de sulfato de zinco no segundo. Mistura bem as soluções.

6. Utilizando um fio condutor com crocodilos nas extremidades, une o eléctrodo de zinco ao fio preto (COM) do voltímetro.

7. Com o outro fio, une o fio vermelho do voltímetro ao eléctrodo de cobre.

8. Mergulha cada uma das extremidades da ponte salina nas soluções de sulfato de zinco e sulfato de cobre. (o sistema não funciona se a ponte salina não estiver bem mergulhada)

9. Mergulha o eléctrodo de zinco na solução de sulfato de zinco. (cuidado com manuseamento do sulfato de zinco porque este é nocivo)

10. Mergulha o eléctrodo de cobre na solução de sulfato de cobre. (podes verificar que o voltímetro passa a apresentar uma diferença de potencial próxima de 1,1 V)

Atrapalhando o seu Cérebro ( experiência)

Vamos brincar com o seu lado direito e esquerdo do cérebro?

Para essa experiência / brincadeira precisamos de :

  1. Uma mesa ( pode ser a sua da escola) – Não pode ser grande.
  2. Uma cadeira.
  3. Um pedaço de paplelão – que cubra um dos lados menores da mesa.
  4. Fita gomada
  5. Caneta
  6. Um labirinto desenhado em um papel- veja o exemplo.
  7. Espelho plano.

Você tem que arrumar a sua experiência assim. Olhe a figura e me desculpe o mal jeito dela, pois sou horrível em desenho.

A pessoa vai se sentar na cadeira e tentar fazer o caminho do labirinto pela imagem do espelho. Coloque o papelão de maneira que a pessoa não consiga ver o labirinto no papel, mas veja o espelho. A pessoa tem que passar as mãos por volta do papelão para alcançar a folha de papel.

Como a metade esquerda do seu cérebro comanda a sua mão direita e a imagem do espelho é invertida… Ferrou! Fica uma bagunça só!!! Na hora de passar no labirinto da direita para a esquerda, ou vice-versa, pouca gente consegue. Tem gente, como eu, que faz um furo no papel com a caneta e não sai do lugar!!!

Tente com a sua turma e depois me conta !

Aqui está uma idéia de um labirinto, mas faça outro de quiser.

%d blogueiros gostam disto: