Anúncios
Skip to content

O que é?

Seleção Natural?

Veja o vídeo e tire suas dúvidas!

Anúncios

Dúvidas do Leitor

Uma leitora minha, me pediu para tirar essa dúvida. Então, vamos nós…

Veja o vídeo:

Dúvida sobre o Sistema ABO

Tem dúvidas que são tão legais que viram um artigo. E essa da Inês é uma delas:

Então é assim, eu estou muito confusa com os tipos e a compatibilidade de sangue.
Não percebo como é que o tipo de sangue AB pode receber sangue A ou B se estes contêm anti-corpos B e A, respetivamente. Estes anticorpos não reagirão com os antigénios presentes neste tipo de sangue?
Muito obrigada!

Bom… vamos entender a função dos antígenos:

Eles estão na superfície das hemácias e agem como se fossem uma fechadura a chave é o anticorpo.

Se uma hemácia com antígeno B entra em contato com o sangue do tipo A, o negócio não dá certo. Porque o sangue A tem anticorpo B ( a chave ). Por essa razão, pessoas do sangue tipo B não pode doar para A.

abo-antigenos

Se liga no anticorpo.

Agora vamos para o caso do sangue AB. O sangue do tipo AB tem antígenos A e B, porém não produzem anticorpo, não têm a chave. Daí não há problema.

Mas você vai me perguntar: “Bombas, mas o sangue tipo A produz anticorpo tipo B, então com o sangue AB não daria certo!”

Mas para ter problema com o AB, teríamos que ter os dois anticorpos A e B atuando ao mesmo tempo, o que não ocorre.

transfusao-compatibilidade

E o sangue tipo O?

Esse não tem antígenos, é uma porta sem fechadura e portanto..

Sabe me explicar agora porque o sangue tipo O é o doador universal?

Em tempo: o sangue tipo O produz anticorpo tipo A e B mas esses não atuam ao mesmo tempo no tipo AB de forma que há a possibilidade de doação de O para AB.

” O vidro realmente é líquido?”

Pergunta de um leitor!

824016-4652-it2

Vamos por partes. O que entendemos quando falamos nos estados de matéria?

Os estados físicos da matéria tem relação direta com a arrumação das suas moléculas.

Sólido

É quando os átomos  das moléculas constituintes da matéria estão em um estado de agitação baixo, podendo ser concentrados mais átomos em um mesmo espaço físico.

Líquido

Ocorre quando as moléculas já estão um pouco mais dispersos, em relação à mesma matéria no estado sólido.

Gasoso

Acontece quando as partículas que formam a matéria estão bastante afastadas, dispersas no espaço. Por isto elas podem ter a forma e o volume variável.

No estado líquido as moléculas estão um pouco mais desorganizadas que no sólido.

Então, o que acontece com o vidro?

Vidro tem historicamente estado  em um território desconhecido de classificação, em algum lugar entre ser um líquido e um sólido. Sua moléculas são arranjadas de forma aleatória, de forma semelhante a um líquido, mas se movendo muito mais lento, ao ponto de parecerem nunca se moverem, em um estado semelhante a um sólido.

Algumas pessoas tendem a definir o vidro no estado líquido mas muito viscoso. Veja a razão:

Os corpos sólidos apresentam uma característica chamada ponto de fusão. O ponto de fusão é a temperatura na qual o corpo sólido passa para o estado líquido e esta temperatura é bem definida, ou seja, nenhum décimo a menos da temperatura que corresponde ao ponto de fusão de uma determinada sustância fará passar do estado sólido para o líquido.

O vidro, à medida que vai sendo aquecido, vai ficando cada vez mais mole, sem apresentar uma temperatura exata de derretimento, logo vemos que o vidro não possui ponto de fusão.
Materiais como o vidro podem apresentar maior ou menor viscosidade associada a uma temperatura exata, que é chamada de temperatura de vidro.

O vidro é um líquido viscoso, que quando possui alta viscosidade acaba por se comportar como um sólido, nos passando uma falsa ideia.

Mas, como tudo em Ciências, existem outras possibilidades de vermos o mesmo conceito. Veja que legal é o vídeo abaixo:

%d blogueiros gostam disto: