Anúncios
Skip to content

Trigo de hoje é diferente do dos nossos avós

“O trigo de hoje –  afirma  William Davis ( Cardiologista Americano)– não é, de fato, trigo; graças a alguns dos maiores cruzamentos jamais vistos”

South-Korea-joins-Japanese-ban-on-U.S.-wheat-imports-after-shocking-GMO-contamination-announcement-by-USDA

O aumento de pessoas com doença Celíaca ou alguma intolerância ao Glúten, me fez pensar: Poxa, por que a humanidade está desenvolvendo essa intolerância a um alimento tão antigo? Ou será que a doença está sendo diagnosticada e portanto conhecida?

Diante das dúvidas, eu resolvi pesquisar. Nas minhas leituras cai em vários artigos que levantava a seguinte ideia:

Os criadores alteraram o trigo de forma dramática. A planta, que no passado chegava a uma altura de 122 cm, hoje – o tipo de trigo encontrado em 99% dos campos de trigo no mundo todo –  é uma planta mirrada, com 0,60 cm de altura e uma enorme e fora do comum cabeça com sementes (O cruzamento intenso dessas sementes criou mudanças significativas nos aminoácidos das proteínas do glúten, causa provável do aumento em 400% da doença celíaca nos últimos 40 anos. A proteína gliadin presente no glúten também sofreu mudanças com consequências, aparentemente, terríveis – “Comparada com a sua predecessora dos anos 1960, a glutamina moderna é um grande estimulante do apetite”- afirma o Dr. Davis. “É bem provável que essa nova proteína glutamina também seja a responsável pela explosão das doenças inflamatórias que vemos atualmente.”

A glutamina é uma peça ( um aminoácido) que forma o glúten. E o nosso trigo de hoje em dia foi modificado para se tornar mais produtivo e mais resistente. Por tanto, o pão nosso de cada dia pode se tornar uma bomba relógio.

Atenção, isso tudo está em fase de testes, porém se for verdade é preocupante!

Veja quais os questionamentos sobre essa pesquisa são levantados:

Será que o macarrão de domingo está condenado? A tese de Davis ainda é controversa. Médicos e agrônomos afirmam que o cruzamento de variedades de trigo não causa mudanças significativas no alimento. “Trigo com trigo só pode dar trigo”, diz Eduardo Caierão, pesquisador da Embrapa Trigo. “Não há nenhuma evidência comprovada de que a mistura de variedades transformou o trigo em algo nocivo”, afirma Alessio Fasano, fundador do Centro de Pesquisa Celíaca do Hospital Infantil de Massachusetts, nos EUA, referência em alergia a glúten. “O trigo deve ser banido da alimentação de quem tem alguma intolerância ou sensibilidade ao glúten. Mas não há motivo para tirá-lo da dieta de quem não é celíaco”, diz John Swartzberg, médico da faculdade de saúde pública da Universidade da Califórnia, em Berkeley, nos EUA.

Há ainda algumas questões sem respostas na tese de Davis. O trigo é manipulado há milênios, desde os primórdios da agricultura. Por que só as alterações modernas tiveram efeito ruim? A revolução agrícola, com técnicas modernas de melhoramento genético, também alterou outros alimentos, como o milho e o arroz. Qual foi seu efeito sobre eles? Como é possível afirmar que os bons resultados obtidos por Davis com os pacientes não sejam apenas efeito de uma dieta mais equilibrada? Ainda faltam estudos comparando grupos de consumidores por longos anos, com e sem trigo, para confirmar as suspeitas. O próprio Davis reconhece que ainda não há pesquisas suficientes para derrubar as recomendações médicas que atestam os benefícios dos grãos de trigo integrais. Mesmo que Davis e seus seguidores estejam certos, uma dieta sem trigo não é bolinho. Como ocorre com qualquer mudança radical, é preciso acompanhamento médico e avaliação caso a caso. Tirar o trigo do prato pode não ser para qualquer um.

http://epoca.globo.com/vida/noticia/2013/08/dieta-do-btrigob.html

Anúncios

Glúten: faz mal?

Tenho visto uma verdadeira lavagem cerebral sobre o “mal que o glúten faz”!  Mas, realmente, você sabe o que é o glúten? O que ele faz? Ele realmente é um vilão ?

Vamos entender?

d8c2aad1e3773ee817b0be8e888de2ce

O que é o Glúten?

É uma proteína vegetal presente no trigo, aveia, centeio e cevada. Quase todos os alimentos que comemos têm glúten. E veja bem, caro leitor, não é uma invenção da modernidade ( como diria a minha mãe), é um tipo de nutriente que convivemos a milhares e milhares de anos!

O Glúten engorda?

Não. O que acontece é que o glúten é uma proteína relativamente grande que ao chegar ao intestino delgado, leva o inchaço. E mais: o glúten está em alimento com altos índices glicêmicos, ou seja: muito calóricos! O que engorda não é o glúten, são as calorias que os alimentos como pizzas e pães têm.

Se você não tem a doença celíaca, pode comer um pedaço de pão sem susto.

Quando é que devemos evitar o Glúten?

Quando a pessoa tem a doença celíaca, que é caracterizada pela hipersensibilidade intestinal desencadeada pela ingestão do glúten, porém envolve mecanismos alérgicos ou autoimunes, por isso as reações costumam ser mais acentuadas. “Neste caso, o glúten ingerido causa uma inflamação na parede do intestino, fazendo com que ele diminua a capacidade de absorver os nutrientes, e não só o glúten, mas também outras proteínas como gorduras, carboidratos, vitaminas e minerais”. ( de acordo com Lia Buschinelli, nutricionista do Instituto Paulista de Cancerologia)

Quer entender mais sobre Doença Celíaca, clique na imagem abaixo:

doenca-celiaca-mata-42-000-criancas-por-ano-no-mundo-mas-permanece-desconhecida-no-brasil

 

A dieta sem glúten é benéfica a todos?

Deixar de comer glúten é, definitivamente, essencial para o bem-estar de pessoas com doença celíaca ou outro tipo de intolerância à proteína. Para os demais indivíduos, a medida é desnecessária. Segundo o gastroenterologista Flávio Steinwurz, todas as pessoas livres de intolerância ao glúten conseguem digerir uma fatia de pão perfeitamente. Mas evitar a proteína implica deixar de comer alimentos como massas, pizza e bolachas, que são calóricos e gordurosos, aumentando a chance de uma troca por comidas mais saudáveis. “É possível que a pessoa emagreça, mas não diretamente pela falta de glúten, e sim pela redução do consumo de carboidratos”, diz Vera Sdepanian, gastroenterologista da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Alimentos com glúten viciam?

Segundo o gastroenterologista Flávio Steinwurz, o glúten não causa dependência.  “Quando um paciente é diagnosticado com doença celíaca e informado sobre os benefícios de tirar o glúten da dieta, não observamos neles abstinência à proteína. É diferente de tirar o chocolate da alimentação de um chocólatra. O chocolate, sim, vicia, já que estimula a produção de serotonina no organismo (neurotransmissor que pode desencadear sensação de prazer e bem-estar)”, diz.

Então…

Se o glúten fosse realmente um vilão para as pessoas saudáveis, os seres humanos todos estariam extintos. Estamos convivendo com esse tipo de nutriente a anos e nossa evolução nos permitiu a lidar com essa proteína. Se fosse como muitos alardeiam, teríamos uma população inteira desnutrida.

O caso é manter o equilíbrio. Comermos de forma saudável. Mas vamos combinar: um pão quentinho com uma manteiga e café… não mata ninguém!

 

Dieta Perigosa

Já vi muita gente que acha que vale tudo para emagrecer! Dietas nada saudáveis que negam ao corpo o mínimo necessário para a sua sobrevivência, pessoas que morrem de fome com comida ao seu alcance, … certamente tem algo podre no ar!

Mas essa … Bom, me falem o que acham!

Será que vale tudo para manter a forma? A dieta do algodão é bastante perigosa.

A ideia é a seguinte: as meninas americanas andam pegando aquelas bolinhas de algodão, molhando em suco e engolindo! A lógica é que o algodão embebido no suco dá a sensação duradoura de saciedade. Especialistas afirmam, porém, que a prática pode causar sérios problemas de obstrução intestinal e desnutrição.

Vejam bem, se algodão fosse para comer, estaria nas estantes de comida.  O algodão que se compra é 100% puro, raramente. Na maioria dos casos, ele é feito com poliéster e contém muitos elementos químicos. Koskie ( Brandi Koskie é a responsável pelo site Diets in Review ) explicou que nossas roupas também são feitas com poliéster e que comer algodão seria a mesma coisa que comer uma camiseta.

E esse algodão forma o que é conhecido como bezoar, que nada mais é do que uma pedra, no trato intestinal – e ter uma pedra grande e dura no intestino não deve ser exatamente seu maior sonho de consumo. Essas pedras podem chegar a obstruir completamente o intestino, sendo que em alguns casos são necessárias intervenções cirúrgicas para amenizar o problema – sem falar, é claro, no risco de morte.

Pode-se morrer fazendo tal dieta!!!

Bem, com isso eu nem preciso falar mais nada! Acho que o padrão de beleza  que estão nos impondo é perverso. Não caiam nessa, meninas! Uma coisa é ser saudável, outra é tentar ser o que você não é ! E você é linda do jeito que é !

 

O que é glúten ?

A minha parceira Karla Patrícia ( também Bióloga) mantém um Blog super legal . É o Diário da Biologia ( BioBlog), vale a pena visitá-lo!

Mas tem um post em especial que acho legal, você ler: O que é glúten ? 

Acho muito bom entender a  razão de ter nas Embalagens de Alimentos bem grande – CONTÉM GLÚTEN . Você quer entender o por quê disto ? É só clicar no link para saber!

Deixe lá ou aqui os seus comentários. ( Leia – Política de Comentários deste Blog). Aprenda e divirta-se !


Vírus Reprodução

Este é o tópico para os alunos do Colégio don Quixote para as próximas aulas:

Vírus – Reprodução

Como já foi visto od vírus são formados por uma cápsula de proteína com o material genético dentro. E eles se reproduzem assim:

Continue Reading →

Bactérias na Cozinha

Esse post é para os alunos do Colégio don Quixote. Estamos entrando em um novo tópico de aula, para a verticalização. Então, vamos ver um pouco mais sobre as bactérias e a higiene ?

Quem tiver coragem que me siga …

Continue Reading →

Digestão

Imagine que você e seus colegas têm um armário bem grande. Que não passa pela porta da sua sala de aula, nem pelas janelas e vocês têm que colocá-lo para dentro. O que você faria ?

Acertou se você pensou que poderia desmontar o armário, reunir as peças dentro da sala e montá-lo novamente. É mais ou menos isso que o nosso corpo faz na digestão, ele “desmonta” o alimento em substâncias menores e coloca dentro da células. E as células irão fazer outras substâncias com aquelas moléculas simples.

Continue Reading →

Pirâmide alimentar

A Pirâmide Alimentar é um instrumento, sob a forma gráfica, de orientação da população para uma alimentação mais saudável. É como um desenho de uma pirâmide onde na base temos os alimentos que mais podemos ingerir e na ponta os que menos podemos comer.

Veja o exemplo abaixo:


 

Então, lá no topo estão os alimentos que menos porções devemos comer – as gorduras, óleos , açúcares e doces. E lá embaixo temos os que mais podemos comer – os cereais ( como arroz, trigo, …) , pães, raízes e tubérculos ( como a batata, o aipim ou mandioca, a mandioquinha,…). Repare bem que no meio temos os alimentos que podemos comer um pouco mais como as frutas e hortaliças ( alface e o tomate são bons exemplos). E um pouco mais acima, os alimentos que podemos ingerir -mas não tanto quanto as frutas e hortaliças – são as carnes, ovos, leguminosas ( feijão e ervilha) leite e seus derivados ( queijo, iogurte e colhada).

Para o seu prato ser saudável, você deve observar se tem um pouco de cada grupo de alimentos. Não adianta “encher a cara de ” batatas fritas ou, no outro extremo , bater um prato de alface. Comer de modo saudável é conseguir balancear a sua dieta, e , comer como ensina a pirâmide alimentar.

Cada grupo de alimentos é fonte de nutrientes específicos e essenciais a uma boa manutenção do organismo.

  • Grupo de pães, massas, tubérculos: Fonte de carboidratos, nutriente fornecedor de energia. Pães, massas e biscoitos integrais são ainda boa fonte de fibras, que ajudam no bom funcionamento do intestino.
  • Grupo das frutas e hortaliças: Ótimas fontes de vitaminas e sais minerais, dentre eles, antioxidantes que diminuem o efeito deletério do estresse oxidativo e dos radicais livres. Também possuem boa quantidade de fibras.
  • Grupo das carnes: São alimentos compostos basicamente de proteína, muito bem utilizada por nosso organismo para produção de tecidos, enzimas e compostos do sistema de defesa. Além disso, são ricas em ferro e vitaminas B6 (pirixodina) e B12 (cianocobalamina), tendo sua ingestão (nas quantidades adequadas) efeito preventivo nas anemias ferropriva e megaloblástica.
  • Grupo do leite e derivados: São os maiores fornecedores de cálcio, mineral envolvido na formação de ossos e dentes, na contração muscular e na ação do sistema nervoso. Além disso, possuem uma boa quantidade de proteína de boa qualidade.
  • Açúcares e óleos: são pobres em relação ao valor nutritivo, sendo considerados, por isso, calorias vazias. Mas agora se descobriu que o azeite é importante para evitar pressão alta e taxas altas de colesterol. O colesterol entope as arterias e veias, fazendo que o nosso coração trabalhe mais, o que pode causar uma parada cardíaca.

Então … boa refeição.

Um pouco sobre a Classificação de Seres vivos

Se você ainda não entendeu como é a classificação dos seres vivos, veja esse resumo do resumo ! Agora, tenho certeza, que voce entenderá !

Deixe o seu comentário !!!

Seres Transgênicos ?

gene.jpgVocê já ouviu falar em seres transgênicos ? E em soja transgênica , já ouviu sobre isso ?

Ano passado ( 2006) houve uma enorme controvércia sobre isso : A soja transgênica faria mal ao nosso corpo ? Os produtos trangênicos deveriam ter escrito na embalagem que são Transgênicos ? Mas o que é isso afinal?

Continue Reading →

%d blogueiros gostam disto: