Anúncios
Skip to content

STEM- Por que devemos adotar?

Stem é um termo, em inglês, usado para designar o campo do conhecimento composto por ciências, tecnologia, engenharia e matemática (science, technology, engineering, and mathematics). O acrônimo é utilizado, principalmente, para caracterização de currículos de instituições de ensino ou como forma de dar ênfase às áreas de conhecimento de determinada política pública de educação.

stem logo

Os países que alcançaram excelência no ensino de Ciências e Matemática usaram, em sua maioria esse método de ensino. Experimentar, pensar em projetos, em resolução de problemas, errar e acertar… basicamente é isso. Nossa tradição em ensino de Ciências no Brasil é dar aulas, falar, falar e falar. Os alunos escutam e tomam notas, depois são testados. Isso não é aprender Ciências.

Um método que ajude ao aluno a testar um conceito e aprender; é ensinar Ciências. E a gente ( Professores) temos medo de deixar que as crianças errem, errar é feio, mas errar é fazer Ciências.

stem 2

Preparando crianças para empregos do futuro

Nunca é cedo demais para crianças de todas as idades começarem a se preparar para uma carreira profissional, especialmente aquelas que estão interessadas ​​em tecnologia. O mundo em que vivemos hoje continua dependendo cada vez mais de habilidades digitais e as ofertas de trabalho em programação estão em alta demanda. Agora que as carreiras do STEM são um grande foco no mercado, aprender habilidades tecnológicas é essencial para qualquer caminho de carreira bem sucedida. Por isso, listamos os principais motivos de como o ensino de STEM ajuda na futura profissão de seu aluno:

  • Resolução de problemas. É essencial aprender a resolver problemas, pois essa habilidade é um benefício para qualquer profissão. Resolver problemas geralmente inclui muitos testes e erros, permitindo reflexão e análise quando surgem complicações. Quando aprendemos a lidar com a tecnologia, adquirimos a capacidade de entender a importância do sequenciamento, organizando problemas em etapas menores e mais gerenciáveis.
  • Comunicação. Quando as crianças aprendem habilidades tecnológicas, elas mudam positivamente a maneira como são capazes de se comunicar uns com os outros. Com a criação de jogos e aplicativos, desenvolvem-se tanto habilidades técnicas como criativas. Para fazer isso com sucesso, elas são estimuladas a se comunicar com os outros. Quando as crianças estão criando e construindo, suas mentes estão sempre procurando as novas ideias.
  • Desenvolve habilidades essenciais para o futuro. Permite que compreendam melhor uma variedade de assuntos, o que significa que elas poderão se relacionar melhor com o mundo exterior. Oferece aos alunos uma vantagem competitiva porque ajuda na alfabetização de competências essenciais, tais como pensamento crítico, colaboração, liderança, adaptabilidade, empreendedorismo, escrita eficaz, acesso e análise de informações, criatividade, trabalho em equipe, entre muitas outras. Estas competências serão fundamentais para o futuro das crianças.
  • Prepara o caminho para carreiras em demanda. Milhões de trabalhos relacionados às áreas de STEM estarão disponíveis nos próximos anos, com possibilidades ilimitadas que podem literalmente mudar vidas para melhor, e seu aluno pode encontrar soluções para problemas importantes do mundo real.
  • É a alfabetização básica na era digital. As crianças estão crescendo em um mundo muito diferente do que os de seus pais. Uma coisa é saber como usar essas tecnologias, outra, no entanto, é entender a lógica por trás delas. É necessário que compreendam e manipulem o mundo digital que habitam. Os estudantes de hoje devem poder não apenas consumir passivamente tecnologia, mas também compreendê-la e controlá-la, tornando-se parte ativa desta grande mudança digital.

Uma sugestão de onde começar:

A Microsoft disponibilizou planos de aula para serem usados e adaptados com essa metodologia. Entrem no link da imagem abaixo e veja alguns:

stem 1

Anúncios

Recursos Educacionais Abertos

Você já quis fazer uma aula diferente e estava sem tempo ou sem imaginação para montar essa aula?

Você já pensou em usar um REA? O que é isso?

rea-logo

Um REA ou um Recurso Educacional Aberto pode ser considerado recurso educacional aberto qualquer tipo de ferramenta, material ou técnica de ensino e pesquisa, desde que seja suportado por uma mídia e esteja sob domínio público ou sob uma licença livre, de forma a permitir sua utilização ou adaptação por terceiros.

É uma gama de ferramentas que podemos usar, baixar, arrumar e remixar.

Uma dessas ferramentas é a Educopedia.

Entre nela. Lá você é capaz de baixar uma aula e remodelar inteiramente para atender a sua sala de aula.

Marca_Educopedia_Web_Lilas

Remixando …

Acesse a Educopedia e entre como visitante, você terá todos os recursos que um professor que entra com seu login e senha.

Escolha um ano de escolaridade ou dê uma busca por uma palavra. Entre na disciplina e baixe a aula. Ela é um ppt ( um Power Point) que você pode rearrumar, mas não se esqueça:

Mantenha o logo da Educopedia e não perca os 5 momentos de aprendizagem do aluno ( as aulas são sempre pensadas com esses momentos).

Veja o vídeo que se segue:

As Redes Sociais e a Educação.

Em um mundo complexo, com 7 bilhões de habitantes e com ( quase todos) acesso as redes sociais…

O que fazemos nas escolas?

Desconectamos os alunos do mundo. É um dos poucos momentos do dia, que nosso aluno está desconectado. Mas você pode estar pensando: mais uma ideia de maluco.

Vamos pensar juntos?

Não precisamos ser disruptivos, mas podemos ser incrementais.

As redes sociais estão no dia-a-dia de nossos alunos. Devagar, podemos pensar em usar isso ao nosso favor e fazer com que eles aprendam e interajam via os Faces da vida. Mais que isso: podemos trabalhar com o nosso aluno o jeito de lidar com essas mídias.

Quantos de nós não repassam notícias sem saber a veracidade dos fatos? Ou leem o cabeçalho de um post e já entram em uma do “não concordo’? Ou colocam coisas em sua timeline que podem depor contra o seu perfil profissional? Por que não trabalhar isso em sala?

Foco na solução e no interesse dos alunos.

E se houvesse uma maneira de integrar o uso das redes sociais ao sistema de ensino das escolas, de forma segura e funcional?

Esta proposta surge pelo fato de que as redes sociais modificaram a maneira como nos comunicamos e nos relacionamos. Aliadas aos smartphones, elas passaram a fazer parte do nosso dia a dia, podendo ser acessadas em qualquer lugar, a qualquer hora. Também por isso, podem ser uma importante ferramenta de comunicação, principalmente para instituições de ensino. A questão é que, se utilizadas de forma errada, as redes sociais podem criar grandes problemas para a Escola.

Segue a proposta com algumas Dicas:

Clique na imagem:


socialmedia_tree

 

Para baixar o PDF, Clique aqui: Redes Sociais e Educação

Star Trek para Educação

Meu amigo Blogueiro José Antonio Klaes Roig, do Educa Tube Brasil, me deu umas dessas ideias desafiadoras e maravilhosas, típicas do Zé. 

Como seria uma Educação a lá Star Trek? Uma educação realmente inovadora, diferente, onde o centro seriam as habilidades e não mais o conteúdo em si. Como seria admitir que não podemos mais fingir que nosso aluno está em outro momento?

Vejam os Youtubers da vida. O que faz um Whinderson Nunes ter 23 mil inscritos?  Seus alunos, meus alunos, nossos alunos ouvem esse cara. Quando esse menino entra em uma campanha ( de doar fraldas geriátricas , por exemplo) , ela toma um vulto enorme.

O que está acontecendo? Não estou entrando no mérito do conteúdo, mas da forma. Nossos alunos ouvem e se miram nessa pessoa e a gente fica suando para conseguir 20 minutos de atenção deles.

Vamos lá? Minha hipótese é uma só: envolvimento. Se a gente, envolve e se conecta com eles … “tá dominado!”

Aluno não quer mais ser um repositório, quer se ver na aula e quer ser agente do seu fazer. O ideal, em uma educação Star Trek, era unir tudo em um só pacote: interação, cooperação, empatia, conhecimento… Como nesse vídeo!

 

Já imaginou, você e seus alunos entrarem em uma sala de realidade aumentada e olharem um Tiranossauro rex ? Ou entrarem em uma caravela das grandes navegações? Ou participarem de um encontro com Fernando Pessoa? Uau…

Muitos de vocês devem estar pensando: enlouqueceu! Mas vale a pena imaginar, né? Enquanto isso não acontece, que tal mudar aos poucos? Leve um pouco mais de diálogo para a sala de aula. Descubra os seus alunos Youtubers, você vai ver como eles têm a contribuir com sua aula. Pense em formas de cooperação entre eles… abuse da criatividade.

Star Trek está logo ali, na  sua frente, com os nossos alunos.

Convite Curso On-line

Para Professores:

Estou fazendo um primeiro levantamento de interesse em um curso que estou querendo montar. Todo on-line e sem prazo para acabar. Claro, de início “0800”!

Este curso será sobre novas tecnologias e inovação em educação.  Pensando nos seguintes temas:

  • Como é o aluno do século XXI?
  • Quais metodologias inovadoras posso usar e adaptar para eles?
  • Como pensar em um design de conteúdos?
  • Como usar as novas tecnologias em meu fazer pedagógico?

Para qualquer Professor de ensino Fundamental e Médio, convido a preencher o formulário abaixo de pré-inscrição. Lembre-se de ter um e-mail @gmail ativo para esse fim.

Clique na imagem abaixo para ter acesso ao formulário.

Para Professores_

%d blogueiros gostam disto: