Anúncios
Skip to content

Gigogas nas Praias da Barra da Tijuca

Gigogas chegam à Praia da Barra

Todos os anos é a mesma notícia, talvez mais contundente ou mais veemente, só que é uma verdade: essas plantas aquáticas se espalham pelas praias da Barra e Recreio no Rio de Janeiro.

A planta em si, não é o problema. O problema é que ela indica uma grave poluição no complexo lagunar de Jacarepaguá.

Complexo Lagunar de Jacarepaguá

O que são as Gigogas?

Gigoga, Aguapé, Iguapé, Mururé, Camalote, Rainha-dos-lagos, Jacinto-d’água, Baroneza, Murumuru, Pavoa, Pareci. Em cada canto que ela aparece recebe um nome diferente, mas todos eles denominam a mesma planta: a Eichhornia crassipes.

São plantas aquáticas filtradores, que absorvem os restos orgânicos que estão diluídos na água para fazer a fotossíntese. Ela também auxilia na alimentação e reprodução de diversas espécies aquáticas. Suas raízes são utilizadas como alimento, proteção para pequenos peixes e serve como locais de desova.

Quando há abundância destes restos orgânicos, elas se reproduzem muito.

Qual é o problema?

O “boom” de reprodução da Gigoga é uma resposta ao grande derramamento de esgoto sem tratamento nestas lagunas. Significa que o Complexo Lagunar está lotado de cocô, na linguagem informal. Isso mostra que as lagunas estão morrendo, a taxa de oxigênio está baixa e algumas espécies podem estar em risco de extinção.

#FICAADICA

Muita Gigoga na praia é um sinal de alerta, sinal que as lagunas estão morrendo e portanto estamos perdendo a batalha na proteção do meio ambiente.

Anúncios

Especiação

Uma dúvida que vem aparecendo é essa:

Como surgem as novas espécies?

Assista a explicação abaixo.

Em tempo: a explicação está bem resumida para responder exatamente a pergunta feita.

Ciências para Crianças Pequenas

Não há nada mais espetacular que ver as caras de espanto e a curiosidade das crianças pequenas quando são expostas aos experimentos de ciências. Os pequenos são “perguntadores” e no fim, Ciências conta com isso: perguntas que ainda não têm respostas.

Minha proposta é tornar isso um hábito nas salas de educação infantil. Faça da sua aula um espaço de experimentação e observação. Observar é uma atividade que deve ser orientada. E os nossos pequenos alunos devem começar desde cedo.

Um dos objetivos de aprendizagem na Educação Infantil que está na BNCC é :


(EI03ET02) Observar e descrever mudanças em diferentes materiais, resultantes de ações sobre eles, em experimentos envolvendo fenômenos naturais e artificiais.

BNNC – Educação Infantil

Sugestão de experimentos:

Vou sugerir dois experimentos simples. Faça em sua sala de aula e converse com os alunos. Deixe os meninos e meninas se expressarem. Deixe-os falar e registre suas ideias. As explicações têm que ser dadas lavando em conta a idade e a maturidade da turma. Mas explique.

Cuidado: água quente

Qual é a diferença entre…

Transformação Química e Física?

Essa é uma dúvida bem comum…

Veja o vídeo e acabe logo com ela…

O que é polinização?

Essa é outra pergunta recorrente no Dicas.

Para entender, veja o vídeo abaixo:

Células Haploide e Diploide

É uma dúvida recorrente, então vamos à ela:

Qual é a diferença entre células haploide e diploide?

Veja o vídeo abaixo e tire as suas dúvidas…

Difusão e Osmose

Uma dúvida de muitos leitores!

Veja o vídeo abaixo e tire suas dúvidas.

Siga o Dicas de Ciências no Instagram. Lá temos mais novidades!

Gêmeos Semi-idênticos

Um fenômeno raro que tem explicação

Essa semana esse acontecimento bem raro na ciência apareceu de todas as maneiras. E eu não poderia ficar de fora desta explicação.

É muito raro acontecer este caso, mas a natureza testa a nossa curiosidade. Você quer entender este caso de gêmeos semi-idênticos? Veja o vídeo abaixo e deixe seus comentários.

Para ajudar, veja o infográfico abaixo:

Clique aqui e acesse a matéria da BBC

Plano de Aula – 9º ano

Quais as condições para haver vida na Terra? E se você criasse um planeta, ele teria condições para você e seus amigos viverem nele?

Essas são perguntas usuais que todo aluno já se fez. E se você as fizessem para eles? Nessa aula temos que ter em mente uma das competências da BNCC ( Base Nacional Comum Curricular):


Utilizar diferentes linguagens – verbal (oral ou visual-motora, como Libras, e escrita), corporal, visual, sonora e digital –, bem como conhecimentos das linguagens artística, matemática e científica, para se expressar e partilhar informações, experiências, ideias e sentimentos em diferentes contextos e produzir sentidos que levem ao entendimento mútuo.

Competência Geral 4

Muito mais que ” achismos”, devemos trabalhar fatos científicos que ajudem o aluno a ter argumentos sólidos. Isso é Ciência.

Habilidade trabalhada na aula:

A habilidade escolhida para essa aula é:

(EF09CI16) Selecionar argumentos sobre a viabilidade da sobrevivência humana fora da Terra, com base nas condições necessárias à vida, nas características dos planetas e nas distâncias e nos tempos envolvidos em viagens interplanetárias e interestelares.

Habilidade do 9º ano de Ciências do Ensino Fundamental

Para isso baixe o plano de aula e a sugestão de Slides:

Plano de aula

Plano de Aula – 4º ano

Mais pedidos de ajuda!

É muito interessante ver que a gente precisa trocar ideias para não estagnar. Cair na mesmice na nossa profissão é uma tentação, mas pode ser algo que vai acabar com o encanto da aula. Então, o desafio de fazer uma aula dinâmica e interessante todos os dias, se torna uma meta. Claro que todos os dias não dá para fazer a tal aula que “bombou”, no entanto podemos tentar.

Vamos à sugestão de aula para o 4º ano.

A habilidade escolhida é essa:

(EF04CI05) Descrever e destacar semelhanças e diferenças entre o ciclo da matéria e o fluxo de energia entre os componentes vivos e não vivos de um ecossistema.

BNNC – 4º ano

Acho que essa habilidade trabalha conceitos essenciais nas ciências. Se o menino entender que vivemos em um sistema de reciclagem de material e energia, ele começará a compreender que não existe “o fora”. Se jogarmos fora um papel, o papel continua em nosso planeta e vai para em outro lugar.

Terrário – um ambiente fechado

Um terrário cumpre o papel deste ambiente fechado. Veja no material de apoio como se monta um, deixei duas opções para montar e em ambas a ideia é de ambiente fechado.

Nesta aula, você pode deixar o terrário pronto para outras observações, como a do ciclo da água. Ajude os alunos a observar, pois essa observação mais “científica” tem que ser guiada. Deixe-os livres para levantar hipótese, não existe o errado aqui.

Material para baixar:

Vídeo de apoio

Para ir além, leve esse vídeo para a turma e debata com eles a importância de se reutilizar sacolas.

1 2 123
%d blogueiros gostam disto: