Anúncios

Perigo: uso indiscriminado de antibióticos


Tem sido recorrente e um sinal de alerta piscando: Uma superbactéria vem por ai!

O antibiótico tem sido um remédio importante para a humanidade. Quantas vidas salvas! Pessoas morriam de infecções, que hoje são tratadas facilmente por essas drogas.

Existe uma gama enorme de antibióticos, mas o importante é a gente entender que têm uma finalidade. Somente os médicos podem receitar esses remédios. A razão é muito séria e vou tentar explicar para você.

8090237649_073b6b3f70_o-730x360

Se alguém usa antibióticos para “curar” uma gripe está usando um remédio errado para  uma doença que se cura quase que sozinha. Em seu corpo, normalmente, encontramos bactérias: algumas até benéficas. Mas outras não, que podem causar alguma doença.

Ao usar o antibiótico errado, a pessoa acerta no que não vê. Algumas bactérias nocivas irão ter um conjunto de genes que dará resistência à droga e essas irão sobreviver. Na primeira “bobeira” da parte imunológica de qualquer pessoas, essas bactérias turbinadas ( com genes da resistências) entrarão em cena. O antibiótico anterior não fará efeito.

O médico vai trocar para um antibiótico mais forte. Mas essa droga pode ter sido usada erroneamente por outra pessoa, as bactérias podem ter outro gene resistente… Bom… Já viu onde vai dar?

Antibiotic_resistance

Agora, temos um alerta sério para um conjunto de superbactéria que é resistente ao chamado antibiótico de último recurso. Não preciso explicar o que isso significa.

Um grupo de cientistas anunciou a descoberta de uma mutação genética que fortalece as bactérias. Isso quer dizer que superantibióticos produzidos hoje podem não ser suficientes pra vencê-las.

A Organização Mundial da Saúde diz que duas em cada três pessoas ainda acham que para curar uma gripe é preciso antibiótico. E, pior, uma em cada três acha que pode parar de tomar o antibiótico quando já está se sentindo bem.

Jornal Nacional

Está na mão de cada um de nós evitar um desastre.

2978316-remedios-para-emagrecer

Veja algumas dicas aqui:

  • Somente o médico pode receitar o antibiótico.
  • Nunca busque no Google o antibiótico e compre na farmácia. Sei que hoje tem que ter receita para comprar a droga, mas .. Isso aqui é Brasil!
  • Gripe é causada por um vírus. Não se cura com antibiótico. ( Dengue também).
  • Se você está tomando um antibiótico receitado por um médico, tome até o final. Mesmo se sentindo bem. Se parar no meio do tratamento, você vai selecionar as cepas ( grupo de bactérias)  resistentes.
  • Se o tratamento acabou e o remédio não, nunca entre na tentação de guardar para um amigo ou parente com o mesmos sintomas que o seu. Pode ser que você e seu amigo/ parente não tenham a mesma doença. Apesar dos mesmos sintomas. Muitas farmácias têm um sistema de descarte muito eficiente de remédios.
  • Lute por uma distribuição de antibiótico personalizada. Nos países desenvolvidos, se você tem que tomar a droga X por 7 dias, você recebe um recipiente com seu nome, o nome de seu médico, o nome da droga e 7 remédios.
  • Compartilhe essas informações. A população mundial agradece.

Anúncios
Sobre Andrea Barreto (1086 artigos)
Sou professora de Ciências e de Biologia em Escolas da Rede Municipal e Particular do Rio de Janeiro ( Brasil). Elemento de equipe da Educopédia / Rioeduca ( Secretaria Municipal de Educação - RJ)

Meu Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: