Qual é a diferença entre Soro e Vacina?

Muitos me pediram essa diferença. E é importante entender para não ocorremos em erros graves, que por vezes invadem a grande mídia. Então, vamos facilitar as coisas:

VACINA - 3

Soros e vacinas são preparados que têm o objetivo de proteger o corpo contra o ataque de agentes invasores causadores de doenças (microrganismos ou substâncias tóxicas), denominados, de forma geral, de antígenos.

Mas as vacinas contêm antígenos inativados ou atenuados, que atuam estimulando o corpo a produzir uma resposta imune específica, de acordo com o agente invasor. São microorganismos ( vírus ou bactérias) “bem fraquinhos” que não causam a doença, mas têm o poder de criar uma memória imunológica no nosso corpo, de maneira que quando formos expostos a um microorganismo ativo, o organismo “saiba o que fazer.”

o soro são substâncias que contém anticorpos prontos para combater uma doença, toxinas ou venenos (de cobra, por exemplo). Ele é utilizado em casos em que o organismo não conseguiria produzir anticorpos específicos a tempo de combater o agente invasor. Eles atuam como medidas curativas, o que é considerado imunização passiva. É como se injetássemos no corpo do paciente “soldados” já preparados para o combate.

Dessa forma, ninguém toma vacina para curar uma doença. Você pode achar que estou inventando, mas já li em Jornais que os cientistas estão criando uma “vacina para curar a AIDS!” Vacina é prevenção. Já o Soro é um tipo de cura, uma vez que o organismo j[a está exposto ao antígeno e precisa de um combate rápido.

Assim, enquanto as vacinas contêm antígenos e induzem o organismo a produzir anticorpos, os soros já contêm anticorpos prontos. As vacinas, graças às “células de memória”, que podem garantir uma imunidade duradoura; os soros curam a doença, proporcionando uma proteção rápida, mas temporária.

soros

Anúncios

8 comentários

Deixe uma resposta