Anúncios

Sexo, Gênero e Orientação Sexual


Em tempos de ideologia do gênero, estamos vivendo uma onda de hipocrisia e se fechando em suas ideologias. Vamos nos respeitar e para tanto, temos que conhecer os significados dos termos.

Anúncios

Vou tocar em um ponto ou em vários pontos altamente delicado. Mas tenho a mania de colocar a mão nos temas polêmicos. Por causa da ideologia dos gêneros, tenho lido textos que fazem uma confusão enorme entre definições como sexo, gênero e orientação sexual. Isso torna qualquer debate insano, pouco construtivo ou colaborativo.

gen_ro_identidade

Vamos tentar entender esses termos, para depois construirmos algo menos radical. Acho que qualquer visão radical, torna tudo mais nebulosa. O caminho do meio, neste caso, é o melhor.

Dito isso, vamos aos conceitos:

Sexo é o que somos biologicamente. O que nossos genes traçam no nosso corpo. É pura e simplesmente o que nos indica os órgãos reprodutores em nosso corpo: pênis, homem e vagina, mulher.

Gênero é uma construção da sociedade. É o que a sociedade diz sobre o que é próprio do comportamento do Homem e o da Mulher. Por exemplo, na nossa sociedade é impróprio para dois homens darem dois beijinhos ao se encontrarem. Já para as mulheres, esse tipo de comportamento é próprio.

Orientação sexual é a escolha de cada sexo  com quem irão se relacionar. Tem um grupo de pessoas que preferem namorar pessoas de outro sexo ( heterossexuais); outras, preferem namorar pessoas de seu próprio sexo ( homossexuais) e, por fim, têm pessoas que preferem ambos os sexos (bissexuais).

Sexualidade_f

Veja que não estou fazendo juízo de valor de nenhum desses conceitos e é ai que, talvez, tenhamos que pensar melhor. Quando vejo um homem mais atencioso, menos mal educado… tenho que pensar que ele “não gosta da fruta?”E se ele for homossexual? O que tem ?

Quando uma menina é pequena ( e portanto, eu acredito, não têm sua orientação sexual formada) gosta de brincar de carrinho… não quer dizer que ela vire uma “cabra macho”! Talvez, seja o caso da gente desconstruir estereótipos ( meninos gostam de azul e meninas de rosa) e construir uma sociedade mais gentil, menos preconceituosa, mais aberta ao diferente… Sem desrespeito ao que cada família acredita. E é ai que a família entra.

fb3a403447f1d9cc4820f677487b59cb

A escola dá o acesso a diversidade e a família mostra valores, entre eles o respeito ao diferente. É uma linha tênue, delicada e facilmente podemos cair para tudo vale ou tudo é feio.

Sobre Andrea Barreto (1086 artigos)
Sou professora de Ciências e de Biologia em Escolas da Rede Municipal e Particular do Rio de Janeiro ( Brasil). Elemento de equipe da Educopédia / Rioeduca ( Secretaria Municipal de Educação - RJ)

2 comentários em Sexo, Gênero e Orientação Sexual

  1. Olá, Andrea! Mas qual a sua posição à política de “apagar” a atribuição dos gêneros homem e mulher para pessoas de sexos diferentes nas escolas? Você é professora, e por isso gostaria de saber sua opinião sobre isso.

    Curtir

    • Oi, Carol!
      Achei que ninguém ia me perguntar! Vou ser sincera: Não sei!
      Estava tentando lembrar onde na escola se coloca o gênero da criança. Em qual ficha? Documento?
      O que se coloca é o sexo.
      Uma historinha bem rápida: uma vez, vi uma Professora de literatura contar a razão das crianças não curtirem paródias de histórias infantis como a do Chapeuzinho Vermelho ( no filme “Deu a louca no Chapeuzinho). A razão é simples: algumas crianças não conhecem a história original e assim não acha graça da paródia.
      Uma criança muito nova ( chutaria até os 16 anos), na maioria das vezes, não tem a identidade formada. E quem é a identidade emprestada ? Os pais, responsáveis… Não podemos esperar que o menino já tenha certeza de qual é a sua identidade sexual formada. Na escola, temos que respeitar isso. Mais que isso: temos que ser tradicionais sim. O que tenho ouvido/ lido é que, por exemplo, o menino ou menina podem escolher em qual banheiro quer usar. Bombas, então acaba com os banheiros masculino/ feminino ou vai dar besteira. Quem vai segurar os problemas advindos disso ? Resposta: o Professor!
      Acho que o que tem que ser trabalhado na escola é a questão imposta pra gente de gênero: Por que só meninas podem brincar de bonecas? Por que só meninos podem usar chuteiras? Vamos romper essas máxima. Isso sim , é papel da escola.
      Mas negar à criança a construção de sua sexualidade, tratando-a como adulto? Perigoso!
      Beijos

      Curtir

Meu Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: