O que é… Eva Mitocondrial?


Para entender o que é a Eva Mitocondrial, temos que entender que a Mitocôndria ( organela da célula que produz energia ) possui um código genético próprio e essa organela é herdada de nossas mães. ( Veja em “Mais uma do Face”.)

Para rastrear a nossa avó ( a mulher que originou nossa espécie), tivemos que olhar para a nossa população ( pouco: menos de 7 bilhões de pessoas!). Os pesquisadores fizeram um mapa usando justamente o DNA Mitocondrial, pois sabemos que ele não é uma mistura de um casal e sim da mulher.

Estatísticas desenvolvidas pela equipe liderada pelo professor Marek Kimmel ( Universidade Rice, nos Estados Unidos) usaram 10 modelos genéticos de humanos para determinar quando a “Eva mitocondrial” viveu. Os cientistas usaram hipóteses sobre a migração, expansão e distribuição de humanos na superfície terrestre.

Nessa busca, se descobriu que essa “Eva” viveu há 200 mil anos.

“Nossas descobertas destacam a importância de levar em conta os processos naturais para definir populações como crescimento e extinção”, afirma Kimmel. “Modelos clássicos, deterministas, alguns dos quais já foram usados para estimar a idade da Eva mitocondrial não dão conta de todas essas variantes.”

Homo-sapiens-internet

Efeito Gargalo:

A nossa espécie passou por um “aperto” ou muitos quase se extinguido.  A redução da população se deu durante uma longa seca que se abateu sobre a África entre 135 000 e 90 000 anos atrás, transformando lagos e florestas em desertos e dizimando populações de caçadores-coletores pela fome. Caso esses 2 000 ancestrais do homem moderno não tivessem resistido às condições de penúria em que viviam, a humanidade teria sido riscada do mapa.

Os primeiro humanos viveram em pequenos grupos familiares, lutando contra as adversidades e isso moldou nossa espécie do jeito que ela é.

A possibilidade mais provável é que um efeito gargalo aconteceu na humanidade enquanto Eva estava viva. Essa é uma situação em que a grande maioria dos membros de uma espécie morre de maneira repentina, deixando a espécie à beira da extinção. Essa diminuição repentina do número de pessoas não acontece devido a alguma falha de adaptação. É mais provável que seja o resultado de algum tipo de catástrofe, como por exemplo, o resultado de um cometa colidindo com a Terra. Depois de um acontecimento assim, restam apenas alguns membros para repovoar o grupo e continuar a evoluir. Suspeita-se que o efeito gargalo tenha acontecido em momentos distintos da história da humanidade, então não é uma idéia irreal que um acontecimento como esse possa ter ocorrido durante a vida de Eva.

Lascaux_11

Anúncios

Meu Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Anúncios
Andrea Barreto

Andrea Barreto

Sou professora de Ciências e de Biologia em Escolas da Rede Municipal e Particular do Rio de Janeiro ( Brasil). Elemento de equipe da Educopédia / Rioeduca ( Secretaria Municipal de Educação - RJ)

Links Pessoais

Visualizar Perfil Completo →

Follow Dicas de Ciências on WordPress.com
%d blogueiros gostam disto: