Essa imagem apareceu na minha linha do tempo no Facebook. Claro que adorei e compartilhei. Mas muita gente veio me perguntar o que realmente significa tal presente.

10947292_801003826614724_6279224380594677653_n

Respondendo…

A imagem é de uma organela presente em nossas células: a mitocôndria. É ele que fornece energia para que a célula e, portanto, nosso corpo funcione.

Toda mitocôndria se origina de outra. Isso quer dizer que todas as mitocôndrias que existem no seu corpo ( e são milhares!) se originaram de um pequeno grupo de mitocôndrias que existiam na célula -ovo. E a pergunta que você deve estar fazendo agora: “Beleza! Mas de onde surgiu as mitocôndrias da célula- ovo?”

As mitocôndrias originárias vieram do óvulo da sua mãe. Quando acontece a fecundação, as mitocôndrias do espermatozóide penetram no óvulo  e degeneram-se logo em seguida, portanto, as mitocôndrias presentes na célula-ovo são originárias exclusivamente da mãe. As mitocôndrias ovulares, que se multiplicam sempre que a célula se reproduz, são as ancestrais de todas, as mitocôndrias presentes em nossas células.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Por isso, as nossas mitocôndrias são um “presente de nossas mães”.

Agora, surge também algo mais interessante dessa história toda: podemos “rastrear “o DNA mitocondrial e chegara até o que os cientistas chamam de Eva Mitocondrial.

As mitocôndrias possuem um DNA próprio e os pesquisadores “leram” essa DNA até chegar ao que seria ( na teoria) o DNA da primeira mulher humana.

Se quiser entender melhor, leia aqui: A Eva Mitocondrial.

NOT0207030301_01

Anúncios

Escrito por Andrea Barreto

Sou professora de Ciências e de Biologia em Escolas da Rede Municipal e Particular do Rio de Janeiro ( Brasil). Elemento de equipe da Educopédia / Rioeduca ( Secretaria Municipal de Educação - RJ)

1 comentário

  1. […] Para entender o que é a Eva Mitocondrial, temos que entender que a Mitocôndria ( organela da célula que produz energia ) possui um código genético próprio e essa organela é herdada de nossas mães. ( Veja em “Mais uma do Face”.) […]

    Responder

Deixe uma resposta