Coral Invasor


O coral Sol, que é lindo, está invadindo a costa fluminense. Ele, provavelmente, veio de carona em navios do oceano Índico e está sufocando as espécies brasileiras.

coral sol

Quando uma espécie de outro local chega e se adapta é um problema. Essa espécie é chamada de exótica, encontra todas as condições para viver e não tem predadores. Pronto! Viram o problema?


A cada mergulho, biólogos e oceanógrafos se assustam com a paisagem alterada no fundo da baía. Isso porque o coral-sol se espalha rapidamente e em pouco tempo domina os recifes e sufoca os corais nativos. “Esses organismos apresentam uma taxa de crescimento muito acelerada, produzem guerra química com os outros corais e isso, com certeza, leva à devastação dos nossos corais nativos”, explica o biólogo José Amorim.

A competição é desleal: enquanto os corais nativos crescem menos de um centímetro por ano, o coral-sol cresce três vezes mais. Em algumas áreas, ele já ocupou todos os espaços do recife. Muitas colônias nativas já morreram e as que ainda não foram atacadas, também correm o risco de desaparecer.

O coral-sol é uma espécie asiática, muito abundante em águas do Índico e do Pacífico. Chegou ao Brasil, em cascos de navios cargueiros, pelo Rio de Janeiro – especificando, na Baía da Ilha Grande, no município de Angra dos Reis. Hoje, já se espalhou para Santa Catarina, São Paulo, Espírito Santo e Salvador.

Ver em : Jornal Hoje.

coral-sol

A solução?

Os pesquisadores já estão se organizaram e criaram um Projeto chamado Coral-Sol que vai capacitar famílias caiçaras da região para extrair e prepa­rar corretamente o coral para a venda como artesanato” explica Joel( um Pesquisador) , “Esperamos que esta atividade cumpra três objetivos importantes para a conser­vação: a eliminação de uma espécie exótica comprovadamente nociva; suprir a demanda hoje atendida pela extração ilegal de corais, inclusive de espécies nativas; e, com uma entidade como o Projeto Coral­-Sol por trás, fazer o público entender melhor o assunto e atuar também como fiscais”. Qualquer mergulhador que avistar um coral­ sol em alguma nova localidade pode avisar o Projeto pelo email:

coralsol@biodiversidademarinha.org.br.

Para saber mais: Laje viva

Anúncios

Meu Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Anúncios
Andrea Barreto

Andrea Barreto

Sou professora de Ciências e de Biologia em Escolas da Rede Municipal e Particular do Rio de Janeiro ( Brasil). Elemento de equipe da Educopédia / Rioeduca ( Secretaria Municipal de Educação - RJ)

Links Pessoais

Visualizar Perfil Completo →

Follow Dicas de Ciências on WordPress.com
%d blogueiros gostam disto: