Combustão e extintores de incêndio


Você já se pegou pensando o que fazer em caso de um incêndio ? Qual extintor usar ? Você sabia que existe mais de um tipo de extintor de incêndio?

Para pensar em tudo isso precisamos aprender algumas coisas:

O que é combustão?

Combustão é uma reação química exotérmica, ou seja, libera calor para o ambiente. Esse tipo de reação é muito comum, já que a maioria da energia que consumimos é derivada da queima de materiais: os combustíveis. Exemplo: gás de cozinha, gasolina, óleos e outros, todos eles obtidos a partir da destilação de petróleo, por isso recebem a classificação de hidrocarbonetos.

Para que haja fogo é necessário que existam três elementos essenciais da combustão, que constituem o chamado “Triângulo da Combustão”. São eles:

–  Combustível

–  Calor

–  Oxigênio comburente

O Triângulo de Fogo

27

Para que ocorra uma combustão, ou seja fogo, temos que ter:

 COMBUSTÍVEL
  São compostos orgânicos que possuem em sua molécula átomos de C e H. Servem de campo de propagação do fogo. Podem ser: sólidos(madeira, papel, borracha, etc), líquidos(gasolina, alcool, óleo, etc) ou gasosos(metano, butano, propano, etc).
   

 

 

É o Oxigênio do ar. É o elemento que possibilita (dá vida) a chama, e para que haja a combustão é necessário que esteja na quantidade ideal a saber:
– 21% combustão muito viva
– 17% combustão viva
– 13% combustão lenta
– menos 6% combustão inexiste.

    

 

 

É também chamado agente ígneo, e tem por função dar início ao fogo, manter e incentivar sua propagação. Cada material necessita de uma quantidade de calor para inflamar-se, e este ponto chama-se ponto de ignição.

Tipos de Incêndios

    Classe A

Compreende os incêndios em corpos de fácil combustão, com a propriedade de queimarem em sua superfície e profundidade, e que deixam resíduos, como: tecidos, papel, madeira, fibras, etc. Necessitam para a sua extinção, o efeito de resfriamento: a água ou solução que a contenha em grande porcentagem.

    Classe B

São os incêndios em materiais inflamáveis, ou seja, produtos que queimam somente em sua superfície, não deixando resíduos, como os líquidos petrolíferos e outros líquidos inflamáveis (óleo, graxas, tintas, vernizes, etc.). Para sua extinção, usa-se o sistema de abafamento (extintor de espuma).

    Classe C

Compreende os incêndios em equipamentos elétricos que oferecem riscos ao operador, como motores, transformadores, quadros de distribuição, fios, etc. Exige-se, para a sua extinção, um meio não condutor de energia elétrica (extintor de CO2).

    Classe D

Compreende os incêndios ocasionados por elementos pirofosfóricos, como magnésio, zircônio, titânio, dentre outros.

Extintores e Incêndios

Para cada incêndio temos que usar um tipo de extintor. Veja abaixo:

escolher-extintor

Para aprender mais, clique aqui:  atividades e desafios – Extintores de Incêndios 

Anúncios

Meu Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Anúncios
Andrea Barreto

Andrea Barreto

Sou professora de Ciências e de Biologia em Escolas da Rede Municipal e Particular do Rio de Janeiro ( Brasil). Elemento de equipe da Educopédia / Rioeduca ( Secretaria Municipal de Educação - RJ)

Links Pessoais

Visualizar Perfil Completo →

Follow Dicas de Ciências on WordPress.com
%d blogueiros gostam disto: