Skip to content

Resumão – Ciclo do Nitrogênio

O nitrogênio (N2) é um elemento fundamental para os seres vivos, pois ele participa da composição de aminoácidos, que compõem as proteínas; e também dos nucleotídeos, que compõem os ácidos nucleicos ( DNA e RNA).

Mas o gás nitrogênio ( N2) está livre na atmosfera ( 80% é composta deste gás). Tem bastante Nitrogênio para nossas células, não é verdade? Mas acontece que nem os animais , nem os vegetais absorvem o Nitrogênio diretamente da atmosfera. Pois é… temos um problema: precisamos do Nitrogênio e como é que a gente consegue absorver?

Vamos nós?

As plantas só conseguem utilizá-lo na forma de amônia (NH3) ou nitrato (NO3), enquanto os animais conseguem aproveitá-lo somente na forma de aminoácidos. Então, o nosso objetivo aqui é entender como o Nitrogênio (N2) que está na atmosfera se torna disponível para as plantas em forma de amônia e nitrato.

O processo no qual o N2 é transformado em formas assimiláveis é denominado fixação do nitrogênio.  Para o Nitrogênio ” cair” no solo precisamos de fenômenos como a chuva e as descargas elétricas. Uma fez no solo,  algumas bactérias dos gêneros Azotobacter e Clostridium  transformam o Nitrogênio em  amônia e depois em nitratos.

As bactérias que vivem no interior dos nódulos formados em raízes de plantas leguminosas, como a soja e o feijão, uma interação interespecífica de mútuo benefício (simbiose). Ao fixarem o nitrogênio do ar, essas bactérias fornecem parte dele às plantas. As leguminosas são plantas como o feijão, soja…. Estes vegetais transformam esse Nitrogênio em proteínas, que entram na cadeia alimentar.

As várias etapas do ciclo do nitrogênio podem ser assim resumidas:

Fixação: Consiste na transformação do nitrogênio gasoso em substâncias aproveitáveis pelos seres vivos (amônia e nitrato). Os organismos responsáveis pela fixação são bactérias, retiram o nitrogênio do ar fazendo com que este reaja com o hidrogênio para formar amônia.

Amonificação: Parte da amônia presente no solo, é originada pelo processo de fixação. A outra é proveniente do processo de decomposição das proteínas e outros resíduos nitrogenados, contidos na matéria orgânica morta e nas excretas. Decomposição ou amonificação é realizada por bactérias e fungos.

Nitrificação: É o nome dado ao processo de conversão da amônia em nitratos.

Desnitrificação: As bactérias desnitrificantes (como, por exemplo, a Pseudomonas denitrificans), são capazes de converter os nitratos em nitrogênios molecular, que volta a atmosfera fechando o ciclo.

preview_html_6cf58898

Anúncios

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: