As angiospermas são plantas com frutos, que conquistaram definitivamente o ambiente terrestre. São mais complexas e possuem o Ciclo de vida mais especializado. Vamos a ele.


A Flor:

A flor  ( que é um conjunto de folhas modificadas) é uma ramificação de crescimento limitado, que apresenta quatro tipos de folha modificada (verticilos), sendo dois verticilos férteis: o androceu (o conjunto de estames) e o gineceu (o conjunto de pistilos); os dois verticilos estéreis- que formam o perianto – composto pelo cálice (de cor verde e formado por sépalas) e pela corola (de cores vivas e formada por pétalas). As flores podem ser hermafroditas ( dióicas), mas também existem flores unissexuais ( monóicas). A forma da flor é de grande importância para a classificação das angiospermas.

O Ciclo de Vida:

Na parte masculina da flor ( o androceu), encontramos os estames onde estão os sacos polínicos. Nestes sacos polínicos encontramos as células -mães dos esporos, que por meiose se dividem em esporos haplóides.  Esses esporos, dentro dos sacos polínicos, sofrem mitose e se transformarão no gametófito masculino ( os grãos de pólen).

Na parte feminina ( o gineceu), dentro dos ovários, existem um ou mais microsporângios ( óvulos) presos ao ovário por um pedúnculo. Cada óvulo possui um tecido ( nucela), que protege dois tegumentos- primina ( mais externo) e secundina ( mais interno). Na nucela,  a célula -mãe do esporo sofre meiose e origina 4 megásporos ( Haplóides), dos quais só um sobrevive. Este sofre 3 divisões por mitose e forma uma massa de citoplasma com 8 núcleos hapóides,dois destes núcleos ( núcleos polares ) migram para o centro do pólo e se unem, formando um saco embronário com : a oosfera, três núcleos ( antípodas – que se degeneram) e mais dois núcleos ( sinérgides), além dos dois núcleos polares.


A Polinização:

Os grãos de pólen podem chegar ao gineceu pela ação do vento ou da água ou pelos animais. Ao chegar ao gineceu , o grão de pólen forma um tubo polínico , que cresce em direção ao ovário. Dentro deste tubo, o núcleo da célula geradora se divide e forma duas células espermáticas haplóides que funcionam como gametas masculinos.

Chegando ao ovário, essas células fecundam o óvulo, fazendo o que chamamos de fecundação dupla – uma característica das angiospermas. Uma célula  espermática se funde a oosfera gerando um zigoto ( diplóide) e a outra se funde aos dois núcleos polares, formando por sucessivas mitoses o endosperma da semente ou albúmen ( que serve de reservatório de nutrientes para o embrião). O zigoto faz vários mitoses e se transforma em embrião.

Após a fecundação, o ovário se transforma em fruto, que servirá para ajudar a disseminar as sementes.

Anúncios

Escrito por Andrea Barreto

Sou professora de Ciências e de Biologia em Escolas da Rede Municipal e Particular do Rio de Janeiro ( Brasil). Elemento de equipe da Educopédia / Rioeduca ( Secretaria Municipal de Educação - RJ)

21 comentários

  1. estou estudando isso e muito interessante

    Responder

  2. muito bom! mas quero mas figuras sobre o assunto!
    bjs :*

    Responder

    1. marcos amorim 27/11/2010 às 09:56

      muito bem beatriz tanbem procuro mais figuras sobre o assunto! para poder saber mais sobre as reproduções das angiospermas.

      Responder

      1. Meninos,
        a intenção aqui não é fazer o trabalho todo pra vocês. Busquem mais informações aqui mesmo ou em outros sites para complementar seu trabalho.
        Beijos

        Responder

        1. valdiza gomes 07/07/2012 às 23:19

          Obg foi de grande ajuda ! *-*

          Responder

  3. eu queria a reprodução delas e mais imagens!!!!!!!!

    Responder

  4. Adorei o site e muito legal, e me ajudou bastante
    parabéns!!!

    Responder

  5. Isso é muito irritante! Até que aqui esta bem explicado. Mas porque temos que estudar isso? Deixa as plantas quietinhas, 🙂

    Responder

    1. Ju,
      rsrs Estudar não pode ser para o imediato! rs
      Estudar isso é para se formar um saber científico que vai lhe acompanhar! Mesmo se você não seguir por ai, tem que se desenvolver esse raciocínio.
      Você vai ver que no fim vai dar certo.
      Coragem :)!
      Beijos

      Responder

  6. nossa se nao fosse por esse site eu nao tinha consiguido fazer meu trabalho.parabens!

    Responder

  7. adorei esse site pra consultar tudo sobre á prova que fiz

    Responder

  8. Amei esse site, procurei em muitos outros mas não encontrei de forma tão explicada!!
    Professora, parabéns por ajudar esse site viu!?
    Brigada*

    Responder

  9. Adorei este site, me ajudou muito com meu trabalho. Parabéns 🙂

    Responder

  10. Thanks facil de entender.

    Responder

  11. Esse site é muito bom, e me ajudo em muito valeu!!!

    Responder

  12. Está ótimo, só tem alguns erros de português. Mas realmente foi o melhor resumo que encontrei. Está completinho, e explica todo o ciclo se perder no assunto, como os outros sites. Parabéns!

    Responder

    1. Perdoe-me, Ágata, quais são os erros de Português? Todos nós cometemos, você mesma cometeu nos comentários!

      Responder

  13. adoro seu blog ele sempre me ajuda!bjs o que vc faz e muito bom!

    Responder

  14. amei esse blog ele me ajudou muito e sei que quando precisar é só vir nesse blog que vai me ajudar muito obrigada por me ajudar.
    ainda bem que esse blog não é igual aos outros que eu entrei não tem nenhum comentário ruim nesse blog muito obrigada mesmo por tudo que voceis fizeram por mim e por todas as outras pessoas que comentáram aqui nesse blog.

    Responder

  15. Bom eu Sou um Aluno do ensino Fundamental eu quero Saber Quem São os Ponilizadores do Angiospermas Obrigado, Pela Resposta eu Agradeço O Texto ta bom entendi mas não procurei o que eu Queria !

    Responder

    1. Oi!
      Os polinizadores das angiospermas são muitos: Animais ( insetos, morcegos, pássaros,…), vento e a água.
      Beijos

      Responder

Deixe uma resposta