Convivo com ela ! Trabalho com essa geração. São meninos e meninas nascidos sob “o advento da internet e do boom tecnológico” . São eles que estão ai, sob a atmosfera de que sem Internet a vida não existe.

Eita… geração complicada. Mudam dali para cá, zapaeiam, não param nas carteiras, não se detêm em uma atividade só … e você ( Professor(a)) tem que fazer um malabarismo para dar aula e prender a atenção deles. Nós não fomos preparados para dar essas aulas.

Sou de uma geração onde um sentava atrás do outro na Escola, anotava o que tinha que anotar e … Pronto! Era só reproduzir fielmente o que tinha “aprendido” em sala em uma avaliação. Minha educação, para ser totalmente exata, não foi bem assim. Tive a sorte de entrar em uma escola onde sentávamos em círculos , as turmas eram pequenas, podíamos ( devíamos) falar e escutávamos o que tinha que ser falado. Mas sei, que a maioria de nós não viveu assim.

E ai? Danou-se?

Não ! Essa geração tem algo de muito bom: fazem muitas coisas ao mesmo tempo. São multifuncionais. Mas o perigo é que tudo fica superficial!  “Outra característica marcante da Geração Z são problemas de interação social. Muitos deles sofrem com a falta de expressividade na comunicação verbal.”

O lado bom dessa geração deve ser usada. Os meninos são excelentes em usar imagens, sons, palavras… tudo ao mesmo tempo. E isso pode ser usado para o aprendizado. Mas cabe a nós, Professores, dar a profundidade necessária, fazendo os garotos pensarem ( para muitos é quase uma tarefa herculana) e ajuda-los a ganhar voz.

Isso não é fácil ! Mas possível…Toda geração tem seus problemas e essa não é diferente. Mas eles têm muito potencial. Vamos em frente.

Para saber mais : http://www.tecmundo.com.br/curiosidade/2391-o-que-e-a-geracao-z-.htm

Anúncios

Escrito por Andrea Barreto

Sou professora de Ciências e de Biologia em Escolas da Rede Municipal e Particular do Rio de Janeiro ( Brasil). Elemento de equipe da Educopédia / Rioeduca ( Secretaria Municipal de Educação - RJ)

Deixe uma resposta