Dinossauros e Aves


O nome do Dino é Epidexipteryx hui e o que tem de extraordinário nele? Veja a foto abaixo e verá!

O bicho tinha penas!

Apesar da aparencia de uma mistura de pavão com galinha, não é uma ave. É um Dinossauro cujo fóssil foi descoberto na China. E mesmo tendo penas, o nosso Dinossauro não voava. As penas eram um tipo de dimorfismo sexual, como o pavão. Ele usava o colorido das penas para atrair a fêmea.

Este animal extinto tem 160 milhões de anos e é considerado o parente mais próximo entre aves e dinossauros. Essa idéia não é nova e os cientistas têm juntado provas para defender essa idéia. Aqui estão três:

  • Pescoço alongado e móvel em forma de “S”.
  • Pé com três dedos – e apenas dois deles se apóiam no chão para andar.
  •  Ossos ocos: fundamentais para voar, pois tornam o esqueleto mais leve. Atualmente, apenas as aves possuem essa característica.

Porém, uma coisa tem que ficar em nossa cabeça: Os Dinossauros não eram aves. E nem as aves atuais são dinossauros. 

Mas você ainda pode perguntar : “Como sabemos que esse dinossauro tinha penas?” As penas foram preservadas junto com o esqueleto em um fóssil. É claro que as cores já são da imaginação dos cienistas ( afinal, eles não são pessoas com pouca criatividade!). 

Em outros fósseis, os ornitólogos (estudiosos de aves) distinguem cinco tipos de penas: de contorno (que recobrem o corpo e também são penas de vôo), semiplumas, plúmulas de vários tipos (relacionadas ao isolamento térmico), cerdas e filoplumas(com função sensorial). 

E tem cientista que ainda acredita que esses répteis tinham algum controle da temperatura corporal. Lembre-se que os répteis atuais são pecilotérmicos ( não são capazes do controle da temperatura). 

De certa forma, os dinos ainda estão convivendo conosco. Ou os parentes deles!

Anúncios

3 respostas »

  1. Olá Andrea, também sou professor, queria parabenizar a iniciativa de retratar os dinos da maneira mais moderna, já com penas, mas gostaria de propor uma pequena correção: de acordo com a sistemática atual (cladística) devemos considerar sim as aves como dinos, pois elas descendem do mesmo ancestral deles. Se formássemos uma classificação dos dinos sem as aves, ela não seria válida, pois seria um grupo artificial, formado por um ancestral comum mas sem todos os seus descendentes. Seria mais correto afirmar que nem todo dino é uma ave, mas toda ave é um dino, pois elas são o único grupo de dinos que sobreviveu à extinção do Cretáceo.

    Abraços!

    Curtir

    • Leonardo,
      obrigada pela correção. É que como procuro escrever para adolescentes / crianças , faço pequenas simplificações para não complicar muito o entendimento das coisas. Mas valeu mesmo assim!
      Beijos

      Curtir

Meu Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Anúncios
Andrea Barreto

Andrea Barreto

Sou professora de Ciências e de Biologia em Escolas da Rede Municipal e Particular do Rio de Janeiro ( Brasil). Elemento de equipe da Educopédia / Rioeduca ( Secretaria Municipal de Educação - RJ)

Links Pessoais

Visualizar Perfil Completo →

Follow Dicas de Ciências on WordPress.com
%d blogueiros gostam disto: