Ciclo do Nitrogênio – Leguminosas

Primeiro, vou explicar o que são Leguminosas. As leguminosas são plantas pertencentes a família Leguminosae. Não fique logo pensasndo que são os Legumes, não é isso ? As plantas que estão nesta família têm , também, alto valor nutricional, mas não são os Legumes. O feijão, a soja e a ervilha são exemplos deste grupo.

Depois desta pequena explicação, vamos ao Ciclo do Nitrogênio e a sua relação com as Leguminosas.

O Nitrogênio, que é um dos produtos da decomposição dos seres vivos, vai para atmosfera. Algumas bactérias – dos gêneros Azotobacter e Clostridium – fixação o nitrogênio nas raizes das Leguminosas. Essas Bactérias vivem em simbiose com as raízes destas plantas, ou seja: é uma troca de favores entre as bactérias e as leguminosas.

O nitrogênio que estava na atmosfera, então, se transforma em Nitrato (NO3) e em Nitrito ( NO2), se fixando nos nódulos das raízes desta plantas. Assim, entram no processo de fotossíntese e as plantas “constroem” as cadeias de Proteína com esses Nitratos e Nitritos.

Depois, os animais herbívoros se alimentam da planta – e conseqüentemente da proteína- e o Nitrogênio volta a fazer parte da Cadeia Alimentar. Mas somente com a participação destas bactérias nitrificantes ( que fazem a fixação do Nitrogênio no solo ) isso poderia ocorrer.

Quando o animal morre, novamente o Nitrogênio entra na atmosfera e o Ciclo recomeça.


“Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”. ( Lavoiser)

28 comentários

  1. Oi. Gostaria de saber o nome do autor (a) que escreveu esse artigo sobre nitrogênio. Copiei para colocar em um trabalho e quero fazer a citação.
    Obrigada

  2. OIEEEEEEEE!!!
    Adorei a esplicacao,foi o munico lugar aonde eu achei uma resposta q eu entendece!!
    mto obg!!

Deixe uma resposta para nicole Cancelar resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.