Um Anfíbio Transparente ?

É isso mesmo !

Quando eu vi, achei que era de borracha, mas o bichinho existe mesmo. É uma perereca bem pequena ( 3cm) e foi descoberta na Amazônia Brasileira! Seu nome científico é Hyalinobatrachium crurifasciatum. Mas a notícia ruim é que já está em extinção. Isso porque a perereca transparente vive em florestas nativas, às margens de pequenos igarapés, tipo de curso d’água muito comum na Amazônia e constantemente desmatado de forma ilegal para fins agropecuários.

Os anfíbios dependem da água para se reproduzir e com essa perereca não  seria diferente. E o aquecimento global, junto com o próprio desmatamento, está acabando com alguns habitat e, portanto, com algumas espécies.

O pesquisado Marcelo Morais foi quem descobriu essa espécie e faz palestras onde fala sobre a biologia desses animais tão fundamentais no equilíbrio da natureza e explica os motivos da importância dos anfíbios. A extinção dos anfíbios é uma das consequências silenciosas e muito sérias do aquecimento global. Temos o dever de conhecer e preservar essas espécies, que fazem parte do nosso mundo.

E o mais irônico é que uma das principais vítimas da extinção dos anfíbios é o próprio homem, sabia? Isso porque sapos, rãs e pererecas comem, todos os dias, grandes quantidades de insetos – algumas espécies ingerem mais de mil insetos, diariamente -, garantindo o equilíbrio ecológico e o controle de pragas nas regiões em que vivem. Ou seja, quanto mais o homem contribuir para a extinção dos anfíbios no Brasil, mas estaremos sujeitos a enfrentar grandes pragas de insetos.

Por isso, já sabe: quando se deparar com um anfíbio – seja na rua, em um sítio ou no meio do mato -, deixe-o em paz. Afinal, eles ajudam a equilibrar nosso ambiente urbano e rural e contribuem para a nossa qualidade de vida.

Vídeos lindos para aprender

Divisão Binária de uma Alga

Veja um exemplo de uma reprodução assexuada:

Flagelo e Cílios

Veja o show de organismos microscópicos se movimentando :

Fagocitose

Um paramércio cai nos pseudópodes de uma ameba. Veja que legal:

Bactérias … muitas Bactérias

Veja como as bactérias estão em todos os lugares:

As Plantas e os seus Polinizadores

florgigante.jpgAs plantas e os animais têm uma relação íntima . Algumas plantas servem de alimento para os animais . E os animais , têm alguma serventia para as plantas ?

Claro que sim ! São eles que polinizam as plantas. Junto com o vento e a água, os animais são Polinizadores. São eles que levam o pólen ( que é o agente masculino da fecundação) para o gineceu da outra planta ( a parte feminina da planta). Daí se se dá a fecundação e um fruto aparece .

Mas isso é muito mais belo do que um simples encontro , vamos entender um pouquinho mais ?

As plantas têm muitas maneiras para atrair um animal. A sua flor é um espetáculo de cores, cheiros e formas. Têm flores que tem cores vermelhas, que atraem borboletas e beija- flores. Tem outras que têm um caminho marcado nas pétalas – alguns invisíveis para o homem, pois são notados só para os animais que conseguem ver o especto ultravioleta -que mostra o lugar exato onde o inseto vai buscar o néctar. Então, ele se “suja” de pólen e carrega para outra flor. O néctar é só uma recompensa pelo “bom trabalho”do polinizador.

Outras flores têm o cheiro de carne podre, isso atrai moscas – que acham que ali tem carne podre – que se enchem de pólen. Assim, elas são atraídas para outra flor, pelo mesmo motivo, e poliniza essa. Algumas flores são brancas e se abrem somente a noite. A Dama da Noite ( Cestrum nocturnum ) – uma florzinha pequenina que floresce no anoitecer – é um belo exemplo. Ela exala um cheiro forte e atrai insetos noturnos.

Têm flores grandes, que atraem morcegos. Outras delicadas , que atraem beija -flores. Assim, há uma grande variedade de flores bem adaptadas aos seus polinnizadores .

Não é lindo ! A natureza é perfeita , né ? Para saber mais clique aqui e leia sobre o assunto: BioBlog – Diário de Biologia

Para saber mais neste Blog: Flores e Cheiros

Para o Professor mais Dicas : Plantas e Polinizadores