Classificação dos Seres Vivos


Pense na menor das bactérias até a maior das baleias. Pense no camelo que vive no deserto e o crocodilo que vive nos alagados. As bactérias, baléias, o camelo e o crocodilo são seres vivos bem diferentes. E esses seres vivos podem ser “arrumados em grupos”.

Foi isso que os cientistas fizeram, com a finalidade de estudar melhor esses seres vivos. Classificaram todos os bichos, plantas, bactérias, algas, cogumelos,… em grupos.

Vamos entender isso melhor?


É muito difícil estudar isoladamente todos os seres vivos conhecidos na Terra. Saber como eles são, onde se abrigam, como se reproduzem, por exemplo, não é uma tarefa fácil.
Na tentativa de entender melhor a evolução dos grupos de seres vivos e suas relações de parentesco, os cientistas fazem a sua classificação. Classificar é agrupar, formar grupos, obedecendo a determinados critérios. Exemplos: Grupo dos macacos (macaco-aranha, sagüi, bugio, etc.); Grupo dos pássaros (curió, canário, pardal, beija-flor, etc.); Grupo dos cães (pequinês, yorkshire terrier, perdigueiro, pastor alemão, etc).

Espécie :

Espécie é um conjunto de seres vivos muito semelhantes e que, ao cruzarem, geram descendentes férteis. Para cada espécie existe um nome científico. Por exemplo: para a espécie do tigre é Panthera tigris. Os nomes científicos foram criados para facilitar a identificação dos espécimes.

Espécies mais aparentadas entre si do que com quaisquer outras formam um gênero.

Os cães ( Canis familiaris) e os lobos ( Canis lupus) são parentes próximos e também muito semelhantes. Assim, todos esses animais foram classificados no gênero Canis.

Categorias taxionômicas

Os seres vivos foram assim classificados em categorias, como se fossem caixas arrumadasuma dentro da outra. Na “caixa” menor temos a espécie – que é nossa unidade de classificação. E na maior das “caixas” temos o Reino .

Então, a classificação acontece assim:

Gêneros podem ser agrupados e formar uma família

O conjunto de gêneros mais aparentados entre si do que com quaisquer outros forma a família. Assim, o cão (Canis familiaris) e animais aparentados a ele, como, por exemplo, o lobo (Canis lupus) e a raposa (Vulpes vulpes) fazem parte da família dos canídeos (Canidae).

Famílias podem ser agrupadas e formar uma ordem

O conjunto de famílias mais aparentadas entre si forma uma ordem. Assim o cão, o lobo e a raposa (da família dos canídeos) e o tigre (da família dos felídeos – Felidae) fazem parte da ordem dos carnívoros (Carnivora).

Esses animais tem várias semelhanças e normalmente se nutrem apenas de carne – daí o nome da ordem. Mas os ursos fazem parte da ordem carnívora e também se alimentam de mel e de frutas e o cão doméstico, come também outros tipos de alimento, além de carne.

Ordens podem ser agrupadas e formar uma classe

Um conjunto de ordens mais aparentadas entre si forma uma classe. Assim a raposa (da ordem dos carnívoros), o rato (da ordem dos roedores – Rodentia), o macaco e os seres humanos (da ordem dos primatas – Primates) e o coelho (da ordem dos lagomorfos – Lagomorpha) fazem parte da classe dos mamíferos – Mammalia).

A característica mais marcante dessa classe é a presença de glândulas mamárias, que nas fêmeas são desenvolvidas e produzem o leite que alimenta os filhotes.

Classes podem ser agrupadas e formar um filo

O conjunto de classes mais aparentadas entre si forma um filo. Assim, o boi (da classe dos mamíferos), a galinha (da classe das Aves – Aves), a tainha (da classe dos peixes – Osteichthyes), o sapo (da classe dos anfíbios – Amphibia) e a cobra (da classe dos répteis – Reptilia) fazem parte do filo dos cordados (Chordata).

Esses animais são semelhantes porque possuem, na fase de embrião, uma estrutura chamada notocorda, com função de sustentação. A notocorda pode desaparecer ou não. Nos animais que possuem vértebras (vertebrados), como os seres humanos, a notocorda desaparece durante o desenvolvimento embrionário. Em seu lugar forma-se a coluna vertebral.

Filos podem ser agrupados e formar um reino

O conjunto de filos mais aparentados entre si forma um reino. Assim, o filo dos cordados e todos os outros filos de animais formam o reino dos animais (Animalia).

Os animais são semelhantes porque são pluricelulares, heterotróficos e tem tecidos especializados.

Veja também:

Um pouco sobre a Classificação dos Seres Vivos

Nomes Científicos

46 comentários sobre “Classificação dos Seres Vivos

  1. eu achei muito interessante, espero que façam mas coisas como esta pois hoje em dia há pouca coisa assim,

  2. meu nome adorei, agora sei como responder meus trabalhos de ciencia q falão sobre a classificação dos seres vivos, obrigada pela ajuda kk

  3. adorei muito esse site acho que voun tirar 10 em ciencias estou na 7 ano tomara que eu ganhe

  4. Gostei pra caramba pois isso não tem em qualquer lugar pois é muiiito difisel acha e esse site é muiiito bom …

  5. Oi Andréia,
    adorei a comparação que vc fez das categorias de classificação com as caixas. Vou usar nas minhas aulas, acho que será mais fácil dos alunos entenderem.
    Parabéns

Meu Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s